Publicidade

O amor de Deus é infinito, paciente e bondoso — Para não esquecer

Publicidade

Na bíblia, certas passagens deixam em evidência o amor de Deus por seus filhos. Inclusive, essas mesmas passagens exploram como é o amor de Deus, assim como determinados salmos que trazem lembretes preciosos. Vamos ver, então, a passagem que afirma que o amor de Deus é infinito, paciente e bondoso.

O amor de Deus é infinito, paciente e bondoso: reflexão sobre a passagem bíblica

Publicidade

Entre os mandamentos da lei de Deus está aquele que diz que os filhos Dele devem amar ao próximo como a si mesmos. A respeito disso, aliás, o primeiro mandamento é: “Amai a Deus sobre todas as coisas”.

Publicidade

Publicidade

Mas amar não é apenas dizer que ama.

O amor, como consta na Bíblia, é o sentimento que desperta outros sentimentos tão nobres quando ele mesmo. Inclusive, isso fica claro na passagem da Bíblia, 1 Coríntios 13:4-7. A passagem diz o seguinte, afinal:

4  O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.

Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.

6  O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.

7  Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Publicidade

Publicidade

Esta passagem bíblica, que é um dos poemas de amor mais lindos que existem, foi escrita pelo apóstolo Paulo. Dessa forma, ela é inspirada, da maneira mais pura, em Deus. Assim, ele não se refere ao amor carnal, mas ao amor espiritual, da alma.

Pensando nisso, vamos refletir do que trata os versículos desta passagem.O amor de Deus é infinito

Paciência

Nas relações de modo geral, podem aparecer diversos empecilhos para que um sentimento como o amor se concretize. Mas o amor de Deus não olha para as adversidades.

O amor de Deus é um amor fraterno. Desse ponto de vista, então, assim como não se escolhe família, não se deve, também, escolher a quem dar amor. Afinal, diante de Deus, os homens são todos iguais, pois todos são filhos Dele.

Portanto, como tais, todos devem amar uns aos outros.

Publicidade

Publicidade

O amor de Deus, o amor fraterno, é paciente porque se mantém firme mesmo diante das situações mais agradáveis.

Em outras palavras, fica claro, também, que o amor é persistente. Afinal de contas, mesmo com as dificuldades, mantém-se firme nele.

Humildade

Quando se fala sobre o amor que vem de Deus é importante lembrar, também, que Deus é humilde. Dessa forma, não há espaço para ódio ou rancor.

Nesse caso, quando se fala do amor de Deus fala-se de um amor puro, sincero. Afinal, o amor verdadeiro não faz mal. Até porque inveja, maltrato, interesse, ira e rancor não fazem daquilo que constitui o Pai, assim como estão longe de ser parte de seus ensinamentos.

Dessa forma, também, o amor de Deus não é interesseiro. Ou seja, ele não deve se fazer presente apenas enquanto está tudo bem, ou algo que possa despertar interesse. Pelo contrário, esse amor não precisa de um motivo para existir — ele apenas existe.

Publicidade

Publicidade

Desse modo, é bom sempre ressaltar que o amor de Deus é humilde. Não há lugar para sentimentos vãos, portanto.

Justiça e Verdade

Na bíblia, o contrário da verdade é a injustiça. Isso porque a injustiça acontece com base no engano e na mentira. Porém, é preciso lembrar que a verdade, no meio disso, traz a justiça.

Sobretudo, para viver em harmonia com Deus, é preciso saber que a verdade está Nele. Sendo assim, se há amor por Ele, também necessita-se abrir os olhos para a verdade para enxergar tudo como realmente é.

O amor tudo suporta

O amor de Deus tudo suporta, pois, mesmo quando se está nas piores das situações da vida, ama-se. Isto é, mesmo quando se vive o que não se gostaria de viver, o amor perfeito também vive. Inclusive, fica intacto.

Até porque, quando existe amor de verdade, existe amor por tudo que existe em volta. Portanto, há esperança e crenças que dias melhores estão a caminho. Mesmo quando eles parecem distantes, ou, até, impossíveis.

Nada sem amor tem valor

Publicidade

Publicidade

O amor de Deus, então, inspira as pessoas a se tornarem melhores, em vários pontos. Afinal de contas, esse sentimento é de tão grande envolvimento que deixa o papel de sentimento para se tornar uma atitude de vida, porque de fato transborda para outros âmbitos da vida.

Redatora da WebGo Content. Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.