15 Nomes gregos femininos e seus significados para batizar sua filha

Os nomes gregos são cheios de significados, não é por acaso que eles são usados em diversos Países do mundo. Afinal, a maioria dos termos são grandes representantes da história de uma das civilizações mais antigas do mundo.

Naquele tempo, os nomes eram dados aos recém nascidos como uma espécie de símbolo de superação, cujo o objetivo era homenagear os novos membros da família e destinar a ele boas vibrações para sua vida.

Confira abaixo algumas sugestões de nomes gregos femininos e seus respectivos significados!

1 – Maia

Significa ” Mãe” ou aquela que dá a vida. Na época da mitologia grega exista uma Deusa com esse nome, ela surgia sempre na primavera, que na região acontecia no mês de Maio.

A Deusa Grega Maia trazia a alusão da fertilidade, já que ela fazia as flores renascer.

2 – Sofia

Quer dizer “Sabedoria”, as famílias davam esse nome as meninas com a profecia que elas seria mulheres sábias e abençoadas.

Pelo mundo, o nome pode ser escrito como Sophie, Sofie ou Sophia.

3 – Júlia

” Jovem”, ” fofa”, ” querida”. A palavra é derivada da grega Loulos que significa fofo e faz menção a jovialidade de uma pessoa.

Esse nome é bastante usado em diversos países, sobretudo no Brasil.

Suas variações podem ser: Julie ou July.

4 – Raissa

” Líder”, nasceu para comandar, indica a calma e a serenidade. Na história grega, o nome também quer dizer ” Filha de Hera” a Deus do Panteão Grego.

Existem outras fontes do seu significado, nos idiomas indo europeus, dizem que Raissa quer dizer ” rosa”.

De qualquer forma é um nome bonito e muito popular no Brasil.

5 – Helena

” Pessoa reluzente”, que possui brilho, a versão em grego é ” Heléne” que veio de ” Heláne” e significa ” tocha” ou ” raio de sol”.

Se trata de outro nome bastante utilizado na cultura brasileira.

6 – Ágata

” Pessoa de bom coração”, veio do grego Agathe derivada de Agathós que significa ” Bom”. Portanto, o sentido do nome tem a ver com bondade, inclusive uma santa da Sicília levou esse nome no século lll.

7 – Ângela

A ” mensageira”, na realidade, essa é uma derivação de Ággelos (Angelo). Em grego significa ” mensageiro”, em latim Ângelus quer dizer ” Anjo”.

8 – Larissa

” Menina linda e adorável”, a origem é grega, inclusive é nome de uma cidade habitada a mais de 4 mil anos, cujo sua capital é Tessália, a terra de um dos heróis da Guerra de Tróia, o Aquiles.

9 – Leandra

” Leoa” ” guerreira”. O nome é derivado do grego Leíandros (Leandro). A versão feminina do nome ainda pode ser definida como ” mulher muito agradável”, pois os estudiosos acharam mais prudente essa descrição.

10 – Isis

” Dona do trono”, ” nasci de mim mesma”. Na mitologia grega ela foi a Deusa da Fertilidade e também do amor maternal.

Esse é um nome bonito, forte e muito usado no Brasil geralmente com acento (Ísis).

11 – Melissa

” Abelha que produz o mel”, esse é um nome originário da mitologia grega, foi criado por uma ninfa que amamentou Zeus quando era um bebê.

Esse é um nome bastante popular em algumas regiões do País.

12 – Margareth

Veio do Grego ” Margarítes” significa ” pérola”, algumas pessoas da época acreditam que os gregos criaram esse nome à partir de um termo persa (Murwari) que quer dizer ” criatura de luz”.

O nome é muito usado no idioma inglês, no Brasil, ele não é muito popular.

13 – Dóris

” Presente de Deus”, ” dádiva”, no Grego Dóris significa dória, um povo que se dedicava a guerra e deram origem aos espartanos.

Ainda na mitologia, teve uma personagem com esse nome que era conhecida como a ” ninfa do mar”.

14 – Eliane

” Bela como sol”, “resplandecente”, fontes afirmam que esse nome surgiu da região da Grécia localizada em Peloponeso.

O nome tem variações com o mesmo significado como: Eliana e Elaine.

15 – Eulália

” Aquela que se expressa bem”, ou seja, sabe usar as palavras.

Esse nome vem da palavra grega Eulálos (eu – bom ou bem e lálos- falar).

É muito comum que Eulália seja um nome composto, como Maria Eulália.

NOMES GREGOS
Avatar
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.