Como faço para aprender a meditar? 5 passos aqui!

Muito se diz sobre encontrar o equilíbrio mental, porém, nem sempre se possui o conhecimento necessário para colocar algumas ações em prática, como é o caso da meditação.

Considerado um processo complicado de dar início para muitos, é preciso ter conhecimento sobre o que fazer, seja por um passo a passo, ou apenas esclarecendo mais sobre as ideias, para que assim, todo o processo se inicie.

Veja mais abaixo sobre como começar a meditar, quais são as dicas e muito mais.

Como começar a meditar do zero?

Como faço para aprender a meditar? 5 passos aqui!

1 – Separe um tempo específico para isso

Assim como qualquer outro hábito, é preciso criar uma rotina e saber exatamente qual será o horário do qual será executado. Muitas pessoas recomendam que seja feito logo no início do dia, trazendo mais calma para a mente e prevenindo a ansiedade.

Mas, esse tempo varia de pessoa para pessoa, por isso, encontre aquele momento em que você sabe que poderá se dedicar por completo para esse compromisso.

É ideal o período de 15 até 20 minutos, considerado como o indicado para sentir os principais benefícios da meditação, porém, para os iniciantes o tempo de 5 minutos já é suficiente para encontrar certo equilíbrio em seu interior.

2 – Encontre um lugar propício

Ao se sentar ou deitar para meditar, é indicado que o indivíduo esteja em um local próprio para isso, seja no seu quarto com a porta fechada, na sacada do apartamento, em um quintal grande ou até mesmo em um parque próximo da sua casa.

É interessante que o ambiente tenha o mínimo possível de ruído, dessa forma, facilitando o processo de conexão com o seu interior. Qualquer tipo de barulho não previsto ou demais possibilidades podem interromper sua linha de pensamento e concentração.

3 – Escolha uma posição confortável

Os especialistas dizem que a posição mais indicada para praticar a meditação é a postura de lótus, onde o indivíduo permanece sentado, com as pernas cruzadas e os pés posicionados sobre as coxas, logo acima da altura dos joelhos e por fim, com a coluna reta.

Mas, é interessante destacar que isso não é uma regra a ser seguida à risca, o importante é sentir sua mente se desligando e relaxando do mundo ao seu redor.

É possível ficar deitada ou sentado da forma que preferir, seja em uma cadeira comum, na sua cama, no sofá, sempre priorizando que a coluna fique reta, os ombros relaxados e o pescoço corretamente alinhado com o corpo.

É indicado que as mãos tenham um apoio único, seja no colo, uma sobre a outra ou em cada joelho. Lembre-se de permanecer com os olhos fechados e focar no relaxamento do corpo inteiro.

4 – Foco na respiração

A respiração é um dos maiores segredos e aprendizados para quem quer começar a meditar, de forma a usar o pulmão em seu potencial completo.

É preciso fazer uma inspiração profunda, puxando todo o ar usando a barriga e o tórax em conjunto, soltando a respiração por meio de uma expiração lenta e com intensidade.

Pode ser que no início seja complicado fazer o controle correto da respiração, mas, conforme se vai praticando o processo, vai se desenvolvendo maior aptidão para o processo.

Lembre-se que a respiração regular e correta não deve ser dolorida e muito menos incômoda. Tenha calma!

5 – Tenha atenção e consciência!

Quando se fala sobre a meditação em sua forma tradicional, é preciso ter um foco único para sua atenção, que pode ser um mantra, um som, uma sílaba ou até mesmo uma frase, da qual deve ser repetida em sequência, com o objetivo de que tenha poder sobre a mente, o que gera concentração e aumenta o potencial da meditação.

Há quem fale de forma alta ou apenas foque seus pensamentos no objetivo, isso tudo muda de acordo com cada preferência. Um dos mais conhecidos é sem dúvidas o “om”, que tem como função de trazer paz interior para o praticante.

Quando a mente é dominada por pensamentos aleatórios, invadida por sons externos ou qualquer possibilidade, o recomendado não é que fique irritado, apenas que deixe que venham e vão na mesma intensidade, como se não estivesse mais ali.

Essas são as cinco dicas mais úteis e interessantes para você começar a meditar ainda hoje. Não deixe de tentar e sentir essa mudança em seu interior.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.