Publicidade

Anjos – Quais são eles e os mais populares

Os anjos estão presentes em diversas culturas e cultuados por diferentes religiões. Tanto a sua representação quanto a forma de se comunicar com estes anjos são distintas, mas grande parte das religiões tem elementos com o mesmo significado e adoração que os anjos. E sobre o que é este significado? Basicamente, proteção. Os anjos são seres celestes que andam conosco ao longo de nossa vida nos avisando de alguns perigos e nos livrando de algumas situações complicadas.

Publicidade

Publicidade

Aqui no ocidente a ideia de anjo foi muito difundida pelo cristianismo, em particular a Igreja Católica. A palavra anjo é uma derivação do grego “angelos”, que significa “mensageiro”. E , portanto, tem a finalidade de nos ajudar, guiar e orientar e também nos dar inspiração para a vida. Há também uma ligação direta com Deus e energias maiores, por ser um canal de conexão entre os planos.

Publicidade

Anjos no Catolicismo

Publicidade

Dentro desta vertente, os anjos são representados com asas de aves e um halo. Além disso, tem expressões inocentes e harmoniosas. No catolicismo, acredita-se que os anjos fizeram milagres na Terra e ajudaram a humanidade a se aproximar de Deus.

anjo católicoDiante desta religião, os anjos foram escritos na Bíblia por São Paulo (Efésios 1:21):

  • São Clemente, em Constituições Apostólicas, século I.
  • Santo Ambrósio, em Apologia do Profeta David, século IV.
  • São Jerônimo, século IV.
  • Pseudo-Dionísio, o Areopagita, em De Coelesti Hierarchia, c. século V.
  • São Gregório Magno, em Homilia, século VI.
  • Santo Isidoro de Sevilha, em Etymologiae, século VII.
  • São João Damasceno, em De Fide Orthodoxa, século VIII.
  • São Tomás de Aquino, em Summa Theologica, (1225-1274).
  • Dante Alighieri, na Divina Comédia (1308-1321).
Publicidade

Publicidade

Oração para os anjos da guarda:

“Santo Anjo do Senhor,

Meu zeloso guardador,

Se a ti me confiou a piedade divina,

Sempre me rege,

Publicidade

Publicidade

Me guarda,

Me governa me ilumina.

Amém”

Anjos na Umbanda

Na Umbanda a figura do anjo é de extrema importância. Esta religião enxerga os anjos como espíritos celestiais de essência pura, com muita luz, que nos acompanham ao longo da vida. A sua atuação é presente a todo momento de nossa vida e têm uma atuação especial para o Pai ou Mãe de santo, pois é a energia que ajuda na hora das incorporações e desincorporações, quando os anjos da guarda dão firmeza e clareza de pensamento ao médium.

Nesta religião acredita-se que os anjos estão sempre ao nosso lado, muitos acreditam que eles se manifestam pela nossa intuição, que nada mais é do que nosso anjo da guarda soprando em nossos ouvidos alguns conselhos e direcionamentos. Sabe quando você tem aquela sensação de que “não devo fazer isso”? Seria uma forma de manifestação do seu anjo da guarda.

Publicidade

Publicidade

Algumas formas de se conectar e agradecer seu anjo da guarda é com um copo com água e uma vela branca. Deixe a vela queimar naturalmente e, pelo tempo que sentir no coração, agradeça pela proteção constante. A partir do elemento fogo da vela, nosso anjo da guarda irá purificar nossos 7 corpos espirituais e campos energéticos. O que fortalece e potencializa nossas conexões espirituais.

copo com água e vela

Oração para os anjos da guarda:

“Lá no céu uma luz brilhou, anjos no terreiro eu chamei

Ó Deus, ó Deus! Como brilha bonito o anjo que está em mim

Se Oxalá permitir que venha meu anjo;

Publicidade

Publicidade

Me guarde meu anjo; me abençoe meu anjo!

Meu anjo da guarda, me guarde meu anjo;

Me abençoe meu anjo, meu anjo de luz!”

(Caboclo Akuan)

Energias para além de religião

As religiões são formas de nos conectarmos profundamente com a nossa espiritualidade, mas esta não é a única forma de fazer esta conexão. Então independente da existência de uma religião, a espiritualidade é uma de nossas faces e pode ser considerada independente das crenças acima. O importante é nos conectarmos de uma forma saudável com a nossa intuição de uma forma a respeitar aquilo que pulsa dentro de nós e não abafar esta voz.

Publicidade

Publicidade

Existe uma infinidade de formas de trabalhar esta espiritualidade, desde meditações, mantras, orações, templos, exercícios físicos, imersão na natureza etc. desvende a melhor forma para você e tente se conectar um pouco mais em suas ações e intenções, isso pode ajudar a pensar os desafios da vida de uma forma mais leve.

Ou seja, para além de uma possível visão infantil dos anjos da guarda, que ouvimos desde sempre, abrir a percepção desta proteção e significá-la em nossa vida é um processo de autoconhecimento e ligação com a sua espiritualidade.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.