Publicidade

Diferentes tipos de Tarot: quais são eles?

Muitas pessoas tem interesse em saber mais sobre como funciona a tarologia, porém, nem sempre é algo tão simples de se compreender, visto que é preciso ter um conhecimento e também intuição para decifrar o que está ali apresentado.

Publicidade

Publicidade

Você sabia que existem diferentes tipos de tarot? Veja aqui quais são os mais usados, quais são aqueles considerados como mais comuns ou mais usados e fique por dentro.

Publicidade

Diferentes tipos de tarot: quais são?

Tarot de Marselha

Tarot de Marselha
Publicidade

Um dos mais conhecidos no mundo inteiro, o tarot de Marselha é lembrado por ser um dos primeiros a serem jogados e disseminados ao redor do mundo, até hoje muito usado pelos praticantes.

Mesmo que não existam documentos que comprovem exatamente quando ele surgiu, há histórias que contam sobre sua existência desde antes do século XIV, do qual provavelmente advém do norte da Itália, sendo enviado para a França posteriormente.

Publicidade

Publicidade

Depois disso, seu uso se espalhou pelo mundo inteiro como uma arte lúdica. As imagens que podem ser ali vistas são medievais, da mesma forma como as cores, principalmente pela tecnologia reduzida da época.

A maioria dos baralhos de tarot são derivados do mesmo, sendo assim, apenas adaptadas.

Tarot de Rider-Waite

Tarot de Rider-Waite

Conhecido como o tarot mais vendido em todo o mundo, ele foi criado pelo ocultista inglês Arthur Edward Waite, sendo feito por Pamela Colmar Smith, que era escritora e prolífica ilustradora.

Esse baralho surgiu no ano de 1910, no mesmo ano que foi lançado o livro “The Pictorial Key to the Tarot”. Entre todas as principais mudanças, há uma alteração na estrutura tradicional, onde há mais praticidade dentro das 40 ilustrações dos Arcanos Menores numerados.

Diante de grande inovação, são muitos os clones e cópias que são desenvolvidas e comercializadas ao longo do tempo, principalmente pela sua grande influencia.

Tarot de Thoth

Tarot de Thoth
Publicidade

Publicidade

Criado pelo mago e escritor inglês Aleister Crowley, ele unificou seus aprendizados com a artista plástica Frieda Harris, compondo assim as 78 cartas do baralho de tarot. Ele é considerado pelos estudiosos como um dos grandes legados de Crowley.

Esse baralho é atribuído diretamente a Thoth, que é o deus egípcio da escrita e também do conhecimento. É dito que teria deixado um livro com seus saberes para o humanidade, sendo que muitos estudiosos tem a teoria de que o tarot adveio do mesmo, porém, sem comprovação.

A mudança na nomeação dos arcanos tem algumas aplicações interessantes, o que influenciou demais baralhos novos.

Tarot mitológico

Tarot mitológico

O tarot mitológico foi criado pela astróloga norte americana Liz Greene em conjunto com a taróloga Juliette Sharman Burke, com ilustrações da artista plástica Tricia Newell.

Desde que foi lançado no ano de 1986, ele é um dos mais traduzidos e vendidos em todo o mundo. As imagens medievais adaptadas para a mitologia grega passam a impressão de que essa interpretação é mais fácil do que os demais, de maneira equivocada.

Publicidade

Publicidade

É interessante lembrar que a leitura dos arcanos é a mesma, independente de qual seja a imagem ali projetada.

Tarot celta

Tarot celta

Esse é um baralho com uma simbologia rica, da qual usa personagens interessantes da cultura celta. É possível ver a figura do Rei Arthur, da sacerdotisa Morgana e também do Mago Merlin.

Há várias lendas ao redor do mesmo, principalmente sobre os deuses e heróis da cultura celta, que mostram previsões do interior e da atitude de quem está o consultando.

São dois arcanos existentes dentro desse baralho, sendo que o menor possui 52 cartas e o maior, 20. O menor deles mostra as atitudes da pessoa em relação ao presente e o futuro, além de mostrar os pontos positivos e negativos das perguntas.

Enquanto isso, o maior demonstra o interior das pessoas que estão fazendo as perguntas.

Tarot dos anjos

Tarot dos anjos
Publicidade

Publicidade

Criado por Mônica Buonfiglio, ele é composto por 42 cartas, sendo que 22 delas são de arcanos maiores representando as letras hebraicas, enquanto 20 deles são os arcanos menores, que mostram o desenvolvimento da consciência do ser humano.

Ele é mais funcional e usado para quem precisa de esclarecimentos mais rápido e para previsões de curto prazo. A ilustração do mesmo é feita com figuras e imagens clássicas de pinturas religiosas.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.