Como fazer seu próprio incenso natural? Passo a Passo

Queimar incensos é uma prática milenar documentada antes mesmo de Cristo. Basta lembrar que na visita dos três reis magos, um deles levou incenso de mirra como um dos mais nobres presentes possíveis de se dar.

Com uma história tão antiga, diversas são as aplicações do incenso nas práticas contemporâneas, sejam elas meditativas, religiosas ou ainda terapêuticas. Veja três formas de fazer o seu próprio incenso:

Nível 1: Incenso de canela

incenso canela

Esta é a forma mais fácil de fazer incenso e também pode ser feito com a união de outras plantas. Você vai precisar de: canela em pó e água. Você deve ir colocando a água aos poucos na canela em pó. Tome muito cuidado neste passo, pois a canela não pode ficar muito molhada.

Para você ter uma ideia, ela deve ficar com um aspecto de terra úmida, que se você passar os dedos está solta, mas quando “aperta” ela é modelável. Quando você atingir este ponto, modele os cones.

Se você perceber que está um aspecto muito esfarelado, vá colocando mais água aos poucos. Modele os formatos de cone e deixe-os secando na sombra por 2 dias. Passado os dois dias, deixe os cones na horizontal para finalizar a secagem da base.

Tome cuidado, os incensos são bem frágeis mesmo! Deixe mais um dia secando e então, guarde-os dentro de um vidro fechado. Pronto. Agora basta queimar o seu incenso. Se você desejar colocar outras plantas e ervas também é possível.

Para isso, basta deixar as ervas secarem na sombra, depois, triture e peneire elas e junte com o pó da canela. É importante tentar equilibrar as plantas para que elas tenham uma intensidade de cheiro semelhante, caso contrário um odor se sobressairá.

Algumas opções que vão muito bem com a canela são: cravo, gengibre, sândalo e louro. Outra opção é pingar algumas gotinhas de essência na finalização do incenso para intensificar ainda mais os odores.

Nível 2: O incenso natural

Você vai precisar de: ervas aromáticas, como alecrim, lavanda, anis estrelado, e sálvia. Com as suas mãos, comece a arrumar cada um desses galhos, fazendo um buquê de ervas. A grossura deve ser aproximadamente o espaço disponível dentro da palma das suas mãos, que serão preenchidas pelas plantas.

Depois, pegue uma linha de costura ou então uma linha de barbante e amarre o seu buquê de ervas. Você deve amarrar todo o buquê, de uma ponta a outra. Apertando bem as ervas e diminuindo o seu volume para metade, aproximadamente.

Não precisa colocar tanto barbante, mas é ideal que ele envolva seu incenso do início ao fim. Se você sentir que o seu incenso está muito “murcho”, basta ir adicionando mais ervas e plantas e amarrar depois novamente.

Esta é uma versão bem caseira e natural do incenso que não vai nenhum elemento que provoque ou ajude a carburar, por isso é um incenso que queima rápido e pode ter uma fumaça com coloração preta dependendo se as ervas estiverem secas ou não. Mas não há problema algum nisso, a energia das plantas irá fluir livremente purificando o ambiente da mesma forma.

Nível 3: incenso de goma

incenso goma

Você vai precisar de: 3 colheres de sopa de pó de madeira (serragem), 2 colheres de sopa de pó da erva escolhida (arruda),  2 colheres de sopa de carvão vegetal moído, 2 colheres de sopa de essência, 2 colheres de sopa de salitre moído, 2 colheres de sopa de goma arábica e palito de churrasco.

1 – Coloque duas colheres da goma arábica e deixe hidratando com água por aproximadamente meia hora (enquanto prepara os outros ingredientes).

2 – Pegue o palito de churrasco e corte-o cuidadosamente parta no meio pra fazer as hastes quantas vezes for necessário.

3 – Triture todos os ingredientes e peneire todos. Eles precisam estar BEM finos. No caso da arruda ou outras plantas naturais você deve primeiro secar e desidratar bem a planta, pois caso ela esteja verde o incenso não irá queimar.

Misture todos os ingredientes, o aspecto será uma “massa preta”, então modele esta massa em torno dos palitos de churrasco. Deixe essa massa secar por, pelo menos, 10 dias antes de tacar fogo para testar.

A essência escolhida pode ser qualquer uma, indicamos a lavanda, pois é uma excelente erva para harmonizar todos os outros ingredientes.

 

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.