Jogo de Runas – Como funciona e o que o oráculo tem para te dizer

Runas é um oráculo que transcende as fronteiras do ego para ampliar os níveis de consciência na obtenção de respostas e caminhos. A palavra runas significa “secreto” e a sua origem é a prática dos sacerdotes vikings, que acreditam nas runas como um presente de Odin. Com o passar do tempo, a tradição nórdica de tirar runas foi resistindo e se perpetuando.

E é claro, como qualquer linguagem, elas passaram por modificações ao longo dos anos, portanto, atualmente existem variações de runas.

Também é possível acessar este conhecimento de diferentes formas, desde consultando com uma especialista até tiragens na internet que constroem um mecanismo de aleatoriedade o mais semelhante possível a uma tiragem.

Isso é possível, pois a leitura das runas é interpretativa e pode apresentar diferentes significados de acordo com o seu momento e vibração.

A leitura das runas clássicas – Qual o significado de cada símbolo?

Jogo de runas
Jogo de runas

As runas clássicas são baseadas no alfabeto El Futhark e podem ser lidas a partir de seus significados tradicionais:

Fehu ou Feor

Runas Fehu ou Feor

Símbolo da riqueza adquirida, algo que serve alcançar mediante trabalho e esforço. É um signo mais relacionado à obtenção material de recompensas. Sua inversão significa problemas e frustrações perdidas;

Uruz ou Ur

Runas Uruz ou Ur

Significa mudanças e transições. É necessário deixar algo para trás para dar início às novas ideias. Também significa liberdade, um momento ou fase de libertação. Sua inversão significa um estado de alerta no sentido de oportunidades que podem estar escapando;

Thor ou Thurisaz

Runas Thor ou Thurisaz

Símbolo da boa sorte, de algo próspero que chega. Também representa uma mudança profunda de atitudes a partir do autoconhecimento. Sua inversão significa que algo ou alguém não está sendo ouvido;

An ou Ansuz

Runas An ou Ansuz

Algo está acontecendo novamente em sua vida. São sinais que indicam uma repetição. Sua inversão está associada a mentiras e a permanência em um ciclo que já não o satisfaz;

Raz ou Raido

Runas Raz ou Raido

Indica movimento, normalmente associado a viagens. Também está associada ao equilíbrio entre a matéria e o espírito. Sua inversão indica problemas transitórios;

Ken ou Kano

Runas Ken ou Kano

São os caminhos que se abrem, tem muita energia de força e poder para desbravar os novos caminhos. Sua inversão traz caminhos que se fecham e términos;

Hagal ou Hagalaz

Runas Hagalaz

Significa alguma limitação no meio do caminho. Limitações essas que representam atrasos e desarmonia com objetivos finais. Sua inversão significa a ruptura com algo que já não serve mais;

Niz, Nauthiz ou Nied

Runas Nied

Indica um momento que pede paciência e calma. Também indica um momento de fortaleza que surge após uma situação muito difícil. Sua inversão significa que agora o tempo está a favor de seus desejos;

Is ou Isa

Runas Is ou Isa

Significa que é melhor dar um tempo, pausar por um instante e isso não surge como algo negativo e sim como um momento que requer introspecção. Sua inversão diz que o Sol irá brilhar no dia de amanhã;

Jara ou Gera

Runas Jara ou Gera

Este é o símbolo da recompensa por um trabalho ou esforço feito. Está muito associada a justiça, então para que haja uma boa recompensa, bom trabalho precisa ter sido feito. Sua inversão pode significar que a sua recompensa não seja tão boa quanto a sua expectativa;

Ir Eiwaz Eoh ou Iyuz

Runas Ir Eiwaz Eoh ou Iyuz

Significa proteção diante de uma ameaça. Está associada o controle de nervos e também da ansiedade. Sua inversão significa que um aumento de espiritualidade se faz presente;

Perdro ou Peorth

Runas perdro

Indica que algo está escondido ou oculto. Trata-se de um mistério, uma surpresa, normalmente relacionado a algo positivo e que virá para somar na sua trajetória. Sua inversão pode significar a morte;

Como jogar runas

A História das runas

Por volta do ano 150 os povos situados no norte da Europa criaram suas primeiras inscrições alfabéticas. Denominadas de “runas”, estas inscrições eram feitas em ossos, metais e madeiras. Se observarmos, os desenhos são bastante simples e, mesmo tendo sido utilizado por diversos povos nórdicos, este alfabeto nunca evolui para algo mais complexo como uma escrita.

Até porque, de acordo com a história, os povos nórdicos acreditam que as runas foram um presente sagrado de Odin. Presente este que teria sido conquistado na trajetória de 9 dias e 9 noite de Odin pela “árvore da vida” ou Yggdrasil. Durante a Idade Média (séc.V a séc.XV), as runas foram perseguidas pelo cristianismo, que as runas tratavam-se de “jogos de bruxaria”.

No Renascimento as runas se popularizaram, principalmente entre ciganos e astrólogos, que passaram a utilizá-la como um guia energético para a obtenção de respostas que se organizam em três grupos: grupo das realizações físicas, grupo das realizações emocionais e grupo das realizações espirituais.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.