Publicidade

Meditação para Ansiedade – A melhor forma para acalmar com meditação

A ansiedade pode vir a qualquer hora, em qualquer lugar. O problema dela, nesse sentido, é que deixa os nervos à flor da pele. Sobretudo, a pessoa que sofre com esse problema não consegue ficar em paz. Pensando nisso, confira sobre a meditação para ansiedade para amenizar o problema.

Publicidade

Meditação para ansiedade: a melhor forma para acalmar com a ajuda da meditação

Publicidade

Só quem sofre com ansiedade sabe quão ruim esse problema pode ser. Mas a meditação pode ajudar a resolver a questão. Em especial, a meditação para ansiedade, que é o melhor meio para se acalmar. Isso porque, mesmo sendo feita em alguns minutos, já ajuda bastante.

Publicidade

Publicidade

Sem falar que o local não importa, pois a ansiedade pode mesmo aparecer em qualquer situação. Então, veja como funciona.

1 – Posição confortávelMeditação para ansiedade

Para meditar, é preciso encontrar uma posição confortável. Desse modo, você pode se sentar no chão ou em uma cadeira. Além disso, se coloque na posição em que você se sente mais leve. Ou seja, encontre a posição que você sente que seu corpo agradece.

Publicidade

Publicidade

Quando isso acontecer, é preciso manter a concentração nas sensações físicas. Em outras palavras, você deve se concentrar no seu corpo: no contato com o chão ou a cadeira, a corrente de ar, o cansaço nas mãos e assim por diante.

Além de prestar atenção no que seu corpo está te contanto, também é interessante se entregar à mente.

É preciso deixar os pensamentos fluírem com tranquilidade, para que a maré de pensamentos não acabe virando tsunami. Cada pensamento em seu tempo, conforme o seu cérebro permite você processar, para não ir além da conta.

Inclusive, o mesmo vale para as emoções. Sendo assim, é importante sentir e perceber as emoções que estão em você no momento em que estiver relaxando.

2 – Foco na respiração

Aos poucos, o foco deve se alternar. Assim, a atenção deve ir para a respiração. Isto é, no segundo momento da meditação, é interessante perceber como a respiração acontece. O movimento do tórax e do abdômen, no ato de inspirar e expirar o ar.

Publicidade

Publicidade

Além de prestar atenção nos membros inferiores, também se pode atentar aos membros superiores. Ou, melhor dizendo, à face, pois também se pode prestar atenção à entrada de ar pelas narinas e como o ar entra nas vias aéreas. E assim vai.

Sobretudo, de maneira natural. A respiração deve ter fluxo natural e a pessoa que medita não deve alterá-lo. Até porque, isso pode atrapalhar o processo.

Fazer isso por tempo vai ajudar a limpar a mente e deixar tudo mais leve.

3 – Sentir o ambiente

Assim como no primeiro momento, antes de finalizar a sessão de meditação, a atenção deve voltar para as sensações. Desse vez, ao invés de focar no corpo, é bom focar no ambiente.

Nesse momento, então, vale sentir a temperatura, ouvir os sonos do ambiente e outros elementos. Assim, é possível criar sintonia entre a sua atenção e tudo que existe no espaço onde você se encontra. Afinal, se trata mesmo de conhecer e compreender o lugar onde você está.

4 – Finalização

Publicidade

Publicidade

Por fim, depois de conhecer as emoções e pensamentos, limpando a mente em seguida e, enfim, sentir o ambiente, a sessão pode se encerrar de maneira muito calma e tranquila.

Então, os olhos podem se abrir novamente em ritmo bastante lento, para que o cérebro tenha tempo de processar a finalização da meditação.

Benefícios da meditação para ansiedade

A ansiedade pode gerar sentimentos bastante negativos. Entre eles, está a sensação de falta de foco, o que não é bom, em especial quando se tem milhares de atividades para dar conta. Desse modo, é importante se livrar dela o mais rápido possível.

A prática da meditação pode parecer simples (de fato, é bastante simples), porém faz muita diferença no dia a dia. Para quem sofre com ansiedade, então, faz toda diferença.

Isso porque a meditação ajuda para o entendimento do estado interno do corpo, as sensações corporais, emoções e tudo aquilo que é preciso descobrir. Afinal, se se pretende resolver um problema, é preciso saber qual.

Publicidade

Publicidade

Com ela, é possível prevenir ou amenizar doenças como:

  • Ansiedade
  • Depressão
  • Dor crônica
  • Dores crônicas em geral

Como comentamos, é uma prática simples, que pode fazer muita diferença. Inclusive, não precisa demorar tanto: entre 5 e 20 minutos do seu dia voltados para meditação podem ajudar demais!

Elouise Lopes
Redatora da WebGo Content. Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.