Publicidade

Melhores florais para ansiedade e dicas de como preparar

Como o próprio nome sugere, os florais são um tipo de terapia feita com flores. Ela pode ser usada para diversas doenças e situações que vão variar de acordo com cada pessoa e sintomas. A história traz que remédios feitos a partir de flores são feitos desde o início da humanidade.

Publicidade

Publicidade

Entretanto, foi a partir da década de 1930 que os florais passaram a ser objetivo de estudo “dentro da academia”. O precursor deste estudo foi o doutor Edward Bach que estudou a relação entre as doenças e desequilíbrios emocionais, compreendendo a relação intrínseca entre eles.

Publicidade

Publicidade

Esse médico catalogou e pesquisou dezenas de flores e desenvolveu um método para extrair a essência das flores, relacionando cada uma delas com um tipo de sofrimento interior. Esse estudo ficou conhecido em todo o mundo como “Floral de Bach” e compreendia 38 essências florais.

Florais para ansiedade

Diante desses 38 florais de Bach, seis são destinados ao tratamento da ansiedade:

  • Cherry Plum (Prunus cerasifera) – Indicado para pessoas que sentem medo, ajuda a controlar a ansiedade e a afastar maus pensamentos.
  • Heather (Calluna vulgaris) – Para pessoas que e se sentem sozinhas e infelizes. Ajuda a acalmar a ansiedade.
  • Red Chestnut (Aesculus carnea) – Indicado para acalmar a mente, ansiedade e o medo.
  • White Chestnut (Aesculus hippocastanum) – Indicado para dor de cabeça, depressão, irritabilidade.
  • Wild Oat (Bromus ramosus) –Ajuda a eliminar a depressão, o desânimo e a ansiedade.
  • Agrimony (Agrimonia eupatoria) – Indicado para preocupações e problemas em geral, angústia, a ansiedade e depressão.
florais

Como preparar florais?

Publicidade

Publicidade

Preparar um floral exige uma série de estudos que envolvem as melhores formas de extrair os benefícios de cada planta. Como metodologia, existem basicamente duas formas de fazer os florais, por meio do Sol, no qual as flores são expostas por três horas sob a luz do Sol, em um vidro com água mineral.

Ou então com a técnica da ebulição, em que as flores são fervidas em uma panela com água por meia hora. Após a extração das propriedades, as soluções são diluídas em outras substâncias, como álcool de cereais, brandy, conhaque ou ainda glicerina.

Ou seja, o mais indicado é começar a estudar a ciência dos florais com mestres que já dominam estas técnicas e a forma correta da extração dos benefícios de cada planta. Caso você nunca tenha tido contato com essas técnicas, dificilmente conseguirá extrair corretamente as propriedades.

Porque tomar florais?

A principal vantagem dos florais em relação aos medicamentos é a própria composição deles. Enquanto a indústria farmacêutica manipula uma série de substâncias que trazem efeitos colaterais aos tratamentos, os florais são 100% naturais e não apresentam nenhum efeito colateral.

Ou seja, enquanto um tratamento psicológico com remédios industriais apresentam uma série de efeitos colaterais que podem prejudicar outros órgãos ou o próprio funcionamento do corpo humano, os florais irão agir de forma abrangente e com o intuito maior de gerar o equilíbrio do nosso corpo, o que significa que não apresenta efeitos colaterais.

Publicidade

Publicidade

Caso você já conheça como os florais funcionam no seu corpo, o caminho é mais simples, basta escolher qual floral melhor atende a sua necessidade no momento. Entretanto, caso você ainda não tenha tomado florais, o mais indicado é que você procure ajuda de uma especialista.

Neste caso, diversas especialistas manipulam florais, desde terapeutas holísticas até mesmo psicólogas que fazem o uso dos florais como um complemento dos atendimentos psicológicos. Como os florais não têm contra indicações, não precisa se preocupar com as reações adversas.

Os florais são muito utilizados também por pessoas que têm algum trauma ou problema para tomar remédios, pois eles podem ser incluídos pouco a pouco na rotina da pessoa de forma leve e sem gerar efeitos colaterais.

A manipulação dos florais costuma ser gradual, ou seja, você inicia o tratamento tomando, por exemplo, uma gota do floral e, conforme as semanas passam, essa dose vai sendo aumentada para duas gotas, três gotas, quatro gotas e assim por diante.

Conexão consigo

Os florais são uma alternativa de cuidarmos de nós mesmos e podem ser vistos, além de uma terapia, como uma forma de conexão consigo mesmo e com as energias que você deseja receber. Quando esta conexão consigo vai se estreitando, a potência dos florais aumenta.

Publicidade

Publicidade

Por isso é muito indicado que os florais sejam ministrados junto a outras terapias, como a meditação, a yoga e também a psicoterapia. Ao unir essas diversas formas de expandir sua percepção de si a cura também passa a ser um processo interno.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.