Publicidade

Óleos essenciais para diminuir doenças: os melhores!

Muitas ações podem ser executadas no dia a dia para melhorar e aumentar a imunidade, sendo que uma das que ainda não são muito exploradas é o uso de óleos.

Publicidade

Publicidade

Alguns deles são conhecidos por serem ótimos para o tratamento de doenças específicas, principalmente aquelas mais “comuns” que afetam nosso dia a dia, facilitando a cura ou até mesmo o alívio imediato.

Publicidade

Publicidade

Veja abaixo quais são esses óleos e não perca tempo para inserir os mesmos em seu dia a dia.

Óleos essenciais para diminuir doenças: os melhores!

Óleos essenciais para diminuir doenças: os melhores!

Ao ficar resfriado ou até mesmo passar por uma crise de rinite, muitas pessoas sofrem até conseguirem diminuir os efeitos colaterais dessas doenças, além de tantas outras.

Publicidade

Publicidade

Veja abaixo algumas das principais vantagens de usar os óleos ao invés de remédios:

  • Os óleos podem ser uma alternativa aos medicamentos e menos nocivos;
  • Alguns óleos podem ajudar a dormir, o que diminui o risco de resfriado e demais doenças;
  • E por fim, alguns óleos ajudam a tratar infecções virais, enquanto outros podem ajudar na redução da febre.

Óleos indicados para gripe e resfriado

Um dos óleos mais indicados é sem dúvidas o óleo de eucalipto, visto que ele tem propriedades antivirais e também antimicrobianas, sendo essas algumas das principais ações contra o resfriado simples.

Ele possui demais componentes que diminuem o vírus e amenizam os danos dos problemas respiratórios, da mesma forma que são causados pela bronquite.

Alguns testes realizados descobriram que esse óleo possibilita a expulsão de vários germes que ocasionam demais doenças nas pessoas, principalmente as bactérias que geram infecções no trato respiratório.

Quando inalado, pode ajudar na redução de espasmos musculares, sendo assim, um bom expectorante para diminuir a inflamação local, principalmente dos seios nasais.

Publicidade

Publicidade

Você deve pingar entre 3 até 5 gotas desse óleo em 2 litros de água quente, depois, cubra a cabeça e faça a inalação do vapor. Procure repetir esse ritual por pelo menos 2 vezes ao dia.

Para diminuir a febre

Outro óleo que pode ser usado é o de hortelã-pimenta, visto que ele é utilizado para refrescar a pele e o corpo no geral quando se enfrenta uma crise de febre. Ele possui mentol, que é lembrado por ser um componente do qual esfria o organismo quando colocado na pele.

Algumas pomadas para gripe e resfriado geralmente possuem esse componente, onde geralmente são aplicados no peito ou nas costas. Ele também ajuda na redução de náuseas e vômitos, que podem estar diretamente ligados a demais doenças.

Você deve misturar uma gota desse óleo em uma colher de sopa de óleo vegetal de amêndoas, aplicando essa mistura na parte detrás de seu pescoço, da testa e também da sola dos pés.

Tosse com catarro

Óleos essenciais para diminuir doenças: os melhores!

Já nesse caso é indicado o uso do óleo essencial de alecrim, que possui um componente interessante que é o cineol, do qual tem propriedades antibacterianas, sendo expectorando, diminuindo a tosse e expelindo o catarro, além de diminuir a dor local.

Publicidade

Publicidade

É necessário que seja feita uma inalação com esse óleo de alecrim, basta aplicar uma gota do mesmo na água em temperatura ambiente, seja em um inalador ou em um nebulizador.

Tosse seca

Para tosse seca o mais indicado é o óleo essencial de cipreste, que possui algumas propriedades antitussígenas, que são usadas em fármacos para o tratamento da tosse, sem falar em sua potência de diminuir problemas respiratórios.

Coloque cinco gotas desse óleo em um 1 litro de água morna. Depois disso, umedeça uma toalha pequena na água e então coloque sob a garganta, até verificar que o calor local está acabando. Repita esse processo durante 10 minutos.

Cuidados necessários!

É importante destacar que esses óleos são seguros quando utilizados em dosagens pequenas, porém, não devem jamais substituir o tratamento indicado por médicos e especialistas, sendo usados apenas como método complementar.

Não se deve ingerir esses óleos, visto que podem causar queimadura, inflamação, coceira e pro fim, erupção cutânea.

Publicidade

Publicidade

Lembre-se de sempre diluir os mesmos em outros óleos complementares, como: óleo de jojoba, óleo de amêndoa doce, azeite, óleo de abacate e óleo de semente de uva.

Antes de usá-lo em crianças, bebês e gestantes, é indicado que se faça a consulta de um médico especialista.

Agora que você já sabe mais sobre os mesmos, não perca tempo e obtenha demais benefícios.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.