Publicidade

Pedra do sol – O que é? Como identificar e utilizar da maneira certa

No decorrer da história, Pedra do Sol foi o nome dado a alguns tipos de artefatos. Com isso, cada um deles tinha (tem) um objetivo diferente e nesse artigo iremos tratar sobre cada uma dessas crenças.

Publicidade

Publicidade

Quem nunca teve uma sensação ruim após entrar em algum lugar ou mesmo perto de algumas pessoas, não é mesmo? As energias pesadas podem ser encontradas com frequência no nosso cotidiano e para pessoas mais sensitivas são exaustivas emocionalmente.

Publicidade

Publicidade

Para evitar ser atingido por elas, é interessante ir em busca de ferramentas que consigam atenuar suas influências. A Pedra do Sol mais utilizada em rituais místicos e energéticos, tem o poder de limpar essas energias ruins do ambiente.

Veja a seguir todos os tipos de pedra do sol já nomeadas e os benefícios de ter um desses exemplares junto de si.

O que é a Pedra do Sol?

Publicidade

Publicidade

A pergunta acima não tem uma resposta tão simples quanto se esperaria. Isso porque, como já adiantamos, existe mais de um tipo de artefato que carrega o nome Pedra do Sol.

Pedra do Sol original

A primeira de todas é a chamada cientificamente de Feldspato Aventurino, e é uma rocha natural que pode apresentar multicores que vão desde o marrom, passando pelo laranja até o vermelho vivo.

Essa rocha conta com alguns pontos e tiras cintilantes e também com alguns pontos pretos, formados por fragmentos de goetita ou hematita.

A história conta que essas rochas eram oferecidas como oferenda pelo povo grego ao Deus Apolo, considerado o Deus Sol, por sua coloração e brilho. Segundo a mitologia, a pedra era um tipo de representação do sol na terra.

Os estudantes das propriedades energéticas dos cristais, acreditam que apenas esses exemplares, no caso naturais, tem reais influências quando utilizadas em rituais de meditação e outros.

Pedra do Sol sintética

pedra do sol sintética
Publicidade

Publicidade

As Pedras do Sol sintéticas são as mais comuns de serem encontradas e, inclusive, podem gerar confusão em muitas pessoas.

Esses artefatos não têm origem natural e são produzidos em laboratórios com o uso de minerais comuns. Seu brilho reluzente é consequência do alumínio e cobre triturados, ou mesmo de purpurina, que são colocados em sua composição.

Algumas pessoas acreditam que essas pedras são produzidas por monges que guardam em segredo a receita de sua composição. No entanto, isso não passa da lenda urbana. O que acontece de verdade é que no século XVIII foi inventado na Itália um tipo de vidro chamado de eventurinado bastante parecido com a Pedra do Sol original em estado polido.

Não é difícil identificar uma pedra do sol sintética visto que sua coloração e brilho é completamente diferente da original.

Leia também

Pedra do Sol dos Vikings

Publicidade

Publicidade

O último artefato que também ganhou o nome de Pedra do Sol é o cristal de calcita. Segundo relatos históricos, essa pedra era utilizada pelos vikings como instrumento para as navegações marítimas.

Pesquisas de uma universidade da Hungria atestaram a serventia do cristal como um “localizador do sol” em dias nublados. No caso, os vikings para conseguir se localizar em mar em dias sem sol, utilizavam a pedra como um tipo de bússola.

Propriedades da pedra original

Após conhecer os diferentes tipos de pedra do sol, vamos falar das propriedades da pedra original.

Esse artefato tem grande influência sobre a energia vital de quem o utiliza, ajudando na melhoria da autoconfiança, relação com outras pessoas e alegria. Também é benéfica nos tratamentos de saúde relacionados ao emocional, como a depressão, ansiedade, distúrbios alimentares e do sono.

É uma ferramenta de limpeza de energias natural, restabelecendo a harmonia nos ambientes e em pessoas de aura pesada.

Publicidade

Publicidade

Historicamente, essa pedra era utilizada em rituais pelos índios da América do Norte como forma de potencializar os benefícios dos raios solares no corpo humano.

Formas de utilizar essa pedra

A pedra do sol original pode ser utilizada de diversas maneiras para que seus benefícios sejam captados pelo indivíduo.

É possível usá-la como um amuleto, carregando-a constantemente consigo em forma de colar, anel, pulseira ou mesmo na bolsa.

Também pode ser utilizada no momento da meditação. Para isso deve-se organizar um ambiente tranquilo, preferencialmente com boa incidência de luz natural e na parte da manhã. Colocar uma música relaxante, como sons da natureza, se sentar de forma confortável e segurar a pedra do sol com a mão com a qual se escreve. Em seguida basta iniciar a sessão de meditação preenchendo a mente com pensamentos positivos e revigorantes.

Como limpar essa pedra mística?

Por ser uma pedra naturalmente purificante, a forma de limpar as pedras do sol é bastante simples. Basta deixá-la exposta por algum tempo aos raios solares, ou se preferir, enxaguá-las em água limpa e deixá-las secar naturalmente ao sol.

Publicidade

Publicidade

Veja também: Pedras azuis: O que significa? Saiba como usar

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.