Publicidade

Porque algumas pessoas conseguem se lembrar dos sonhos e outras não?

Já é de conhecimento geral que sonhamos todas as noites, sendo algo comum e que acontece com todas as pessoas no mundo inteiro. Porém, algo que pode gerar dúvida entre muitas é sobre o porquê nos lembramos de alguns sonhos, enquanto outros, nem se tem ideia do que aconteceu.

Publicidade

Publicidade

Está pensando sobre isso há algum tempo e quer saber quais são as explicações? Veja aqui o porque isso acontece, quais são as principais causas e o que pode ser feito em cada um dos casos.

Publicidade

Publicidade

Continue acompanhando e fique por dentro.

Porque algumas pessoas conseguem se lembrar de sonhos e outras não?

Porque algumas pessoas conseguem se lembrar de sonhos e outras não?

Essa resposta do porque sonhamos e conseguimos nos lembrar, enquanto algumas pessoas não tem nem noção do que aconteceu, está diretamente enraizada na biologia de nossos corpos, principalmente quando estão adormecidos em seu subconsciente.

Publicidade

Publicidade

Caso você tenha sonhado, não houve permanência suficiente em seu cérebro acordado, o que para muitas pessoas, os sonhos são algo quase intangível. Caso se tenha sorte, é possível se lembrar de forma leve do que aconteceu durante o período de sonho, mas, o comum é que o ser humano não tenha nenhum tipo de memória do que aconteceu nesse caso.

Mas, existem algumas explicações científicas para que isso aconteça, sendo que a resposta para que se sonhamos e nos lembramos do que aconteceu, é de que o nosso corpo encontra-se em um estado de repouso, enquanto nosso cérebro está enfrentando uma série de emoções, como uma montanha-russa que nunca para, com várias partes dominadas por uma atividade acelerada.

Sendo assim, o sonho está associado à fase do sonho que é conhecida como o REM – Movimento Rápido dos Olhos, sendo também chamado comumente como sono dessincronizado, isso porque os olhos costumam se movimentar de maneira rápida.

Dessa forma, acontecem várias alterações da respiração e também da circulação, entrando em um estado de paralisia – chamada de atonia -, sempre acontecendo em ondas de 90 minutos durante o processo do sono, sendo nesse momento onde nosso cérebro começa a sonhar.

Assim, há uma movimentação extra de sangue em partes cruciais de nosso cérebro durante o REM, onde o córtex, que é quem preenche nossos sonhos e responsável pelo que está ali está acontecendo, sempre em conjunto com o sistema límbico, que é o responsável por processar nosso estado emocional.

Publicidade

Publicidade

Dessa maneira, enquanto estamos nesse estado de sono que é considerado necessário para poder sonhar, há uma grande atividade nessa região.

Mas, o lóbulo frontal, que é o responsável pelo nosso senso crítico, costuma ficar em repouso, dessa maneira, aceitamos de maneira incontrolável o que está acontecendo, até mesmo acontecimentos sem sentidos ou que nunca aconteceriam na vida real.

Confusão de sonhos

Dessa forma, quanto mais confusos são os sonhos, mais difícil de lembrar deles é, visto que os sonhos que possuem uma estrutura mais simples são mais fáceis de se captar.

Porém, é interessante destacar que há um componente químico que é primordial para que se possa ter essa lembrança tão desejada, que no caso é a noradrenalina.

Esse hormônio estimula o corpo e a mente a tomarem ações, sendo que seus níveis costumam estar reduzidos durante o sono profundo.

Publicidade

Publicidade

Existe uma fronteira muito bem traçada por entre os estados do sono e de vigília, visto que do contrário, poderíamos confundir o que é vida real com o que está no nosso subconsciente, o que é comum para quem sofre com alguns dos distúrbios do sono mais comuns, que é a narcolepsia.

Como me lembrar do que sonhei?

Se você quer se lembrar do que sonhou, é indicado que quando se acordar, não levante da cama de forma brusca ou já comece a fazer seus afazeres: procure ficar em um estado de meditação, tentando se lembrar do que foi que sonhou, ativando assim seu estado de vigília.

Tomar grandes quantidades de água também ajuda, visto que assim, você acorda mais vezes durante a noite, geralmente a cada final de ciclo REM, lembrando-se com mais qualidade do que visualizou nesse período.

Ao saber mais sobre o seu organismo de uma maneira geral, fica muito mais fácil saber o que está acontecendo, além de tomar decisões mais aplicadas para o processo de sono.

Dessa maneira, comece o quanto antes a aplicar as dicas acima e fique por dentro do que o seu subconsciente está te trazendo durante seu descanso.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.