As principais lições do Budismo para a nossa vida são essas

Budismo - Principais lições

Todos os dias a vida ensina um pouco sobre como é vivê-la. Nesse sentido, aprendemos muitas lições, boas e outras não tão boas. Mas todas necessárias. Inclusive, a filosofia budista traz alguns ensinamentos para a gente, também. Confira a seguir as principais lições do Budismo para a nossa vida.

Pensar positivo muda tudo

Para quem segue o Budismo, a chave para viver bem é saber pensar positivo. Nesse sentido, o que se prega é que a felicidade ou a tristeza não estão presentes nas coisas, mas na forma como as pessoas lidam com as situações.

Ou seja, o que determina a felicidade ou a tristeza é o pensamento das pessoas sobre suas condições. Portanto, quem determina se você vai estar alegre ou triste é você mesmo, a partir do momento em que consegue controlar seus pensamentos para isso.

Se você tem controle sobre seus pensamentos, é mais fácil seguir um bom caminho e encontrar a paz interior. Então, quando se pensa positivo, encontrar as respostas para um problema já não é tão difícil. Pois a negatividade e o pessimismo podem cegar as pessoas.

Por isso, pense positivo. Enxergue as coisas com outros olhos e, se aparecer algum problema, você saberá encontrar a resposta certa para resolvê-lo. Assim, tudo fica até mais leve. Afinal, nas palavras de Buda:

Somos moldados pelos nossos pensamentos; nós nos tornamos o que pensamos. Quando a mente é pura, a alegria segue como uma sombra que nunca vai embora.

A verdade não se esconde daqueles que a procuram

Outra entre as principais lições do Budismo para a nossa vida é que a verdade nunca se esconde daqueles que a procuram. Aliás, nas palavras do próprio Buda:

Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.

Nesse sentido, não importa o que aconteça com você, se você procura descobrir a verdade, você a encontra. Mesmo que algo ou alguém tente manipular as peças do jogo da vida, a verdadeira natureza de uma situação se revelará.

Inclusive, no dia a dia o que devemos fazer é observar o mundo à nossa volta e fazer nossa própria análise das situações, sem nos deixarmos levar pela opinião dos outros. Assim, se procuramos a verdade, a encontramos.

Antes uma fera do que um falso amigo

Outra lição importante do Buda é:

Um amigo insincero e mau é mais temível que um animal selvagem; a fera pode ferir-lhe o corpo, mas o mau amigo pode lhe ferir a mente.

Ou seja, na vida é preciso saber contar com pessoas sinceras e boas. Afinal, aquelas que torcem pela gente sempre dão um jeito de nos deixar bem. Outras, por outro lado, sempre dão um jeito de nos fazer mal.

Até porque, existem muitos meios de destruir o ser humano. Desse modo, gestos e palavras podem tirar a nossa paz. Por isso, o que se deve fazer é ver quem nos faz mal e afastar essas pessoas, antes que elas destruam nossa mente.

Manter por perto alguém que cause dor é como roubar de si mesmo a oportunidade de ser feliz. Portanto, é preciso saber escolher as pessoas que acrescentam algo positivo e que apoiem você.

Confie na sua razão e no seu bom senso antes de tudo

Outro ensinamento valioso para o dia a dia, dado por Buda, é que não é porque alguma coisa está “na moda” ou porque “todo mundo faz” que você também tenha que fazer.

Não acredite em nada, não importa onde você leu, ou quem disse, não importa se eu o disse, a menos que esteja de acordo com sua razão e seu bom senso.

Nesse sentido, o que o Buda quer dizer é que cada um deve agir conforme suas crenças, seus valores e princípios. Ou seja, agir por si mesmo. Por isso, essa é uma entre as principais lições do Budismo.

Quando a experiência acaba, você desapega

Também, no Budismo, valoriza-se muito o conceito de apego. Por causa disso, não há por que temer a perda se a gente remove o apego emocional. Ou seja, para que fique tudo bem depois que alguma coisa acaba, é preciso saber desapegar com plenitude, até aquelas experiências de curta duração.

Você só perde aquilo a que se apega.

 

Elouise Lopes
Redatora da WebGo Content. Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e Marketing Digital.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.