Publicidade

5 sinais de que é hora de terminar o relacionamento e parar de empurrá-lo com a barriga

Decidir o momento de encerrar uma relação nunca é fácil independente de quanto tempo se está com alguém. Mas, apesar de não ser confortável, é preciso saber identificar quando chegou a hora de terminar o relacionamento.

Publicidade

Publicidade

Muitas pessoas têm um medo tão grande de ficar sozinhas ou de magoar o outro, que acabam arrastando por anos um namoro, casamento ou mesmo uma amizade. Isso acaba sendo um erro, visto que assim acontece o cerceamento da própria felicidade, além de ser uma atitude bastante injusta com a outra pessoa.

Publicidade

Publicidade

Quando se está com alguém, é necessário se entregar completamente e quando já não se está mais satisfeito, apesar de juntos, muitas vezes o outro acaba sendo negligenciado.

terminar relacionamento

Outro problema é quando a pessoa negligenciada é você, no entanto, os seus sentimentos são fortes e existe o receio de estar cometendo um erro no caso de encerrar o que existe.

Publicidade

Publicidade

Apenas com o término de um ciclo, ambas pessoas conseguem seguir em frente, ao encontro de uma relação onde consigam ser mais felizes.

Se você está passando por uma situação similar as citadas acima, mas ainda tem dúvidas, talvez os sinais expostos abaixo possam te ajudar a decidir se chegou a hora de terminar o seu relacionamento.

1 – Vocês já não têm mais interesse pelo dia um do outro

Quando se está em um relacionamento há bastante tempo, é normal que a rotina do outro seja conhecida e o interesse diminua um pouco. No entanto, quando o interesse é nulo, mesmo quando se sabe que algo importante no trabalho ou vida pessoal da outra pessoa está para acontecer, pode ser um sinal claro que o que o outro faz já não importa muito.

A apatia em relação a outra pessoa significa que é hora de terminar esse relacionamento.

2 – As discussões se tornaram frequentes e muitas vezes por motivos sem importância

Discutir com muita frequência demonstra que vocês já não estão mais se entendendo ou que estão saturados da presença um do outro. Quando isso acontece, parece que tudo irrita, que a opinião do outro tem menos valor que a sua ou o contrário.

Publicidade

Publicidade

Isso demonstra que, ainda que vocês não terminem em definitivo, pode ser bom dar um tempo no relacionamento. Assim, distantes é mais fácil ter clareza para avaliar se o que havia era apenas um estresse ou se essa relação realmente não tem mais futuro.

Leia também

3 – A confiança não existe mais – Terminar o relacionamento

Algumas pessoas conseguem perdoar completamente os deslizes do parceiro em relação a outros interesses amorosos, e até mesmo voltar com a relação normalmente.

Porém, nem todo mundo é assim e quando existe uma quebra de confiança que não é possível ser restaurada, o melhor a fazer é terminar a relação. Isso é necessário pois, do contrário a vida do casal se torna um verdadeiro inferno.

Manter um namoro ou casamento cheio de desconfianças, cobranças constantes e medo de passar pela mesma situação novamente não é benéfico para ninguém.

4 – Você sente que está “mendigando” amor – Terminar o relacionamento

Publicidade

Publicidade

Nenhuma situação é mais aflitiva e magoa mais do que a sensação de que se está implorando para que alguém corresponda os seus sentimentos. 

O esforço apenas de um lado para fazer dar certo, ou mesmo se prestar a alguns papéis intoleráveis apenas para não perder o outro, demonstra uma séria dependência emocional e falta de amor próprio.

Mesmo que se ame demais, se a recíproca não é verdadeira, é hora de  pular do barco e terminar esse relacionamento que pode até mesmo estar chegando ao patamar de abusivo.

5 – Seu maior medo em terminar é precisar começar do zero, e não ficar sem o outro

Quando o medo de pensar em terminar vem muito mais por medo de precisar começar tudo de novo com outra pessoa do que de ficar sem o parceiro(a) atual, está claro que o sentimento entre vocês se tornou comodismo, o que não é legal para nenhum dos dois.

Estar em um relacionamento precisa ser prazeroso de diversas maneiras, é preciso ter medo de perder o outro simples e puramente por esse motivo mesmo. Se isso já não existe mais, não há o porque continuar preso em um casamento ou namoro meia-boca.

Publicidade

Publicidade

Ainda que o comodismo seja mais “confortável” é preciso romper a barreira do medo, se deixar ir e deixar o outro ir também.

Veja também: Perdão em relacionamentos: quando ele é preciso? Confira!

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Participe dos nossos grupos

TelegramCanal Telegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookPágina do Facebook

Curta nossa Página e receba nossas dicas

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.