Pedra Rubi – O que significa? Saiba como usar

A rubi é uma pedra que aparece na natureza em diferentes tamanhos e formas, por isso, oferece uma grande possibilidade na hora de ser esculpida e também usada. Sua dureza é apenas inferior à do diamante, o que a torna uma das pedras mais resistentes que existe. Além disso, como não apresenta fissuras, é muito difícil de ser quebrada ou de quebrar espontaneamente. As verdadeiras rubis são aquelas que apresentam o vermelho bem intenso, mais puxado para o terroso.

Os antigos acreditavam que usar um rubi sob a pele protegia contra ataques e acidentes, portanto, faziam amuletos com os rubis para usar no dia a dia. Sabe-se que os primeiros rubis começaram a ser extraídos há 2.500 anos no Sri Lanka, embora atualmente seja o Myanmar (antiga Birmânia) que tem a maior produção de pedras rubis do mundo. Na fronteira da Tailândia com o Camboja também tem uma reserva de rubis muito grande, portanto este também é um ponto de extremo comércio dessa pedra.

Os rubis extraídos na Tailândia são de cor mais escura e menos intensos do que os que vêm do Myanmar, que são de alta qualidade e, portanto, de preços mais elevados. Isso não quer dizer que os rubis da Tailândia não sejam bons, mas são mais acessíveis. Rubis que vêm da África costumam ter pequenas fissuras que afetam sua pureza, mas ainda assim podem ser encontradas pedras muito bonitas e com uma clareza especial a bons preços.

Propriedades da Rubi

As pedras têm uma incrível habilidade de melhorar a harmonia dos ambientes e filtrar energias negativas. O Rubi é muito indicado em tratamentos de problemas mentais, como distúrbios e ansiedade. Também é muito poderosa para diabetes, problemas cardíacos, febres e indigestão. Pode também ser aliado a plantas no tratamento de doenças infecciosas, pois a Rubi é uma pedra que age junto ao nosso sistema imunológico.

A Rubi também pode atuar com o reike no alívio de dores, cólicas, úlceras e prisão de ventre, também ajuda a controlar a sensação de queimação em diferentes partes do corpo. A explicação para tantos usos está na sua cor vermelha, que estimula o sangue e faz o sangue circular com energia por todo o corpo, incluindo o cérebro.

Propriedades espirituais da Rubi

É uma pedra excelente para remover obstáculos emocionais, atuando na recuperação da confiança, confiança não apenas em si mesmo, como também para com os outros. Tem o poder de gerar estímulos emocionais e isso leva a conhecer e esclarecer questões bem internas. Além disso, afasta os maus pensamentos, por isso é ideal para afastar a tristeza.

A rubi aumenta a energia mental, o que favorece a concentração, incentiva a diplomacia e nos afasta de situações e comportamentos agressivos. A Rubi também é a pedra da confiança, então é uma pedra muito boa para harmonizar ambientes que irão receber conversas e resoluções em família, por exemplo.

Como usar as pedras

Tenha sempre em mente que usar as pedras deve ser um ritual que envolve a sua concentração e total abertura para os pensamentos e sensações mais internas. Para ajudar nesta meditação e abertura de canais, você pode usar incensos, plantas e também chás que ajudam a  equilibrar energias e deixar o ambiente vibrando em uma energia mais pura. Se for usar no dia a dia, procure bijuterias e joias que sejam confortáveis, é mais indicado o uso em colares devido a proximidade com o umbigo que é local de proteção energética.

Independente se fores pedras em um ambiente ou no seu colar, é importante que você sempre limpe as suas pedras. Essa limpeza é o que garante que as pedras continuem limpando as energias negativas, pois elas precisam ser descarregadas. Para fazer essa limpeza, basta colocar as pedras em um copo com água do mar ou água com sal marinho diluído e deixar descansar da noite para o dia. No dia seguinte, deixe as pedras secando no sol para completar a limpeza.

Autoconhecimento

É importante pensarmos as pedras como ferramentas que irão nos ajudar a acessar informações e sentimentos internos. Ou sejam por si só, as pedras são capazes de filtrar algumas energias que nos circundam, mas apenas utilizá-las não significa que você verá mudanças práticas acontecendo no seu dia a dia, isso porque apenas você é capaz de mudar o rumo das coisas. Portanto, ao fazer rituais com pedras e utilizá-las para equilibrar ambientes, é preciso pensar que as mudanças que você almeja precisam ser construídas por você próprio a partir das suas atitudes.

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.